<$BlogRSDUrl$> /* ----------------------------------------------- Template Design Nome: Grande Chefe Designer: Guilherme ----------------------------------------------- */ Lembranças dos Guerreiros bgcolor="#FEEDDF">

2004/08/30

Coisas do Mar... 



Céu azul, muito sol, calor, praia ... 4 contra 4 peladinha ou joquinho de futebol, muita alegria, 8 que se esquecem da semana e por momentos voltam à origem... Vai Carlão, cuidado com goleiro... Góoollooooo e a espontaneidade dos festejos arranca sorrisos a quem escolheu, ontem aquele local junto ao mar para descanso de guerreiros!
De repente, um dos jogadores cai inanimado, os amigos em pânico tentam reanimá-lo,... Daniel, Daniel, não faz assim, acorda mano!
Através do meu telemóvel ligo imediatamente 112 emergência, sou atendido por uma voz que me diz ir ligar ao médico, nesse entretanto digo a um dos companheiros do Daniel para chamar o banheiro, (possuidor de curso de primeiros socorros, julgo eu!) enquanto isso vou fazendo de ponte entre o médico e o Daniel.
Respira? Sim, com dificuldade!
Coloquem-no sobre um dos lados. Ok!
Pulsação? Fraca.
Sinais? Olhos semi-abertos, lábios arrocheados, continua inconsciente.
Está a seguir uma ambulância para aí, fique comigo em linha.
Entretanto tenho de gritar aos papalvos para se afastarem, continuam a chegar qual abutres ao sentir o cheiro de cadáver. Daquelas coisas que não entendo, senão podem ajudar que interesse mórbido os move?
Do banheiro nem sinal, no entanto havia um socorrista na zona onde deveria estar este, que rapidamente se deslocou para perto de nós e vai lendo todos os sinais e transmitindo-me para que eu diga ao médico, 15 minutos já passaram, eternidade, ... Daniel começa a dar sinais de recuperação, ufff!!!!
Já fala, até já esboçou um sorriso. Jerson, dá graças a Deus! Tirá-lo do sol e aguardar a ambulância do INEM, estes hão-de analisar a situação e ver se vale uma ida ao hospital ou se foi só susto (p... de susto).
Entretanto apareceu um barco pneumático dos bombeiros e um banheiro, homem dos seus 50 e muitos anos, vindo do seu ponto de vigia a cerca de 600 metros. Ao verificarem que tinha havido recuperação voltaram à sua vigilância.
50 minutos depois, chegou a ambulância... examinaram o Daniel. Com eles vinha um agente da polícia marítima, que ao ouvir reclamar da ausência do banheiro e de pelo menos uma ambulância naquela zona, respondia “O que quer amigo é o país que temos! Em relação ao banheiro vou autuar o concessionário!” Concessionário que reclama do ISN (instituto de Socorros a Náufragos) por ter de pagar a um indivíduo colocado por estes, ISN, que não possui qualificações para tal, e apesar das reclamações não o substitui!
Coisas do mar,... alertou-me para a segurança, insegura das praias “vigiadas”, trouxe-me a amizade do Daniel (operário de Minas Gerais, Brasil) e dos seus “irmãos do peito” todos eles com histórias que dariam para encher posts e posts , oceanos de uma esperança, que só existe naqueles que sabem que, como diz a canção “não existe coisa mais feia qui chórá di barriga chéia”. E lembrou-me que é neste mesmo mar, que navega um barco “Women on Waves” que a hipocrisia e o cinismo não deixam aportar. Parecem esquecer que Espanha é mesmo ali...
É às vezes, não fosse lembrar da "barriga" e chorava, chorava mesmo!



| |  (0) das outras tribos

2004/08/26

Sudão, Afinal Tu Podes Ajudar... 



Respondendo ao apelo lançado pelo Bazonga e porque palavras e promessas não enchem barriga, nem curam doença...
Chegou a vez da acção. Como de guerra já tivemos a nossa quota, não vamos pegar em armas, vamos perguntar aqueles, anónimos, de cujo o rosto só conhecemos a sigla da organização a que pertencem, o que dentro da nossa ocidental comodidade instalada, podemos fazer para os ajudar a minimizar o sofrimento de Homens, Mulheres e Crianças lá no distante Sudão, para facilitar aqui fica um endereço, em inglês, surripiado aos Bazongueiros, onde se encontram links para onde podem canalizar a vossa ajuda.



Eles agradecem.



| |  (0) das outras tribos





Obrigado Rui Silva!

P.S. Podemos ter poucas, mas que sabem bem, sabem!





| |  (0) das outras tribos



Adiar é preciso! Parece ser o lema deste Governo.
Ontem foi o, Polis como se fosse algo nada urgente, para quem tem dúvidas, basta fazer uma visita à zona da Caparica à Fonte da Telha, a ideia talvez seja aquela máxima bem nossa, quando não tiver remédio, remediado está!
Hoje, a notícia, é o congelamento das rendas até 2008, ora para os mais distraídos, este Executivo, só tem mais 2 anos de prazo de validade.
O que quer dizer...


| |  (0) das outras tribos

2004/08/24

Dedicado a... 




Foto: Jorge Meira

Lembrando a dedicatória do medalha de prata, “Dedico esta medalha a todos os deficientes de Portugal” ficamos à espera que os governantes a tomem como um alerta para, o nada feito, prolongado há tanto tempo, no apoio a quem sofre de deficiência.
O Francis, eu e mais uns milhões ficaríamos muito mais satisfeitos com o anúncio de medidas tomadas nesse âmbito, do que com as triviais mensagens de felicitações de ocasião, escritas por quem recebe salário só para as fazer (ou seja tiradas de templates existentes) e enviadas pelo PR e PM.
A conclusão dos estudos, intermináveis, para o fim das barreiras arquitectónicas e a sua execução não peca, com certeza, por falsa partida, será mais por simulação ...


| |  (0) das outras tribos

2004/08/23

Obrigado! 



FRANCIS OBIKWELU


O ébano virou prata com sabor a ouro




| |  (0) das outras tribos

2004/08/20

Este sabor ... assim ... é um... 



Gosto amargo na boca, não, não é ressaca. É um simples sentir de falta...
Falta de sentido de representação de um povo, que começa na incapacidade ética e profissional. Confusão entre o servir e servir-se.
No meio de restrições e sacrifícios pedidos, preocupações narcisistas, levam o chefe de governo a contratar, uma "tratadora" de imagem, com o povo a pagar, além de aumentar para quase o dobro o número de elementos do seu gabinete relativamente ao do seu antecessor. Nada de admirar se lembrarmos a prole deixada pela câmara de Lisboa, com salários principescos, onde podemos encontrar ex-mulheres, ex-companheiras, filhos de amigos e de apoiantes, os próprios amigos e apoiantes, tudo isto a bem da cidade e do país que se diz “amar”!
Quando cansado destas lides esparramado no sofá, ligo a TV, na esperança duma distracção olímpica, ouço, porque já nem acredito no que vejo, que a selecção de futebol nos jogos, para além de perder, factor de somenos importância neste evento, tinha visto serem expulsos jogadores por actos violentos, e depois vejo uma figura de bigode, pelos vistos o treinador, o mesmo que há uns tempos desculpava a destruição de um balneário, como actos típicos de rapazes daquela idade, este indivíduo que há data destas declarações devia ter sido afastado do cargo, agora vem falar de azar! Palavra repetida pelos seus jogadores. Azar?!...
Este amargo de boca que não me passa, deixei passar um dia e nada!...
Do querer do sangue africano, Naíde, Francis, Évora, da pronúncia do norte Maia e Brenha, espero um doce que me alivie e me lembre o Sérgio Paulinho e a selecção que em Junho nos fez esquecer ... este amargo...


| |  (0) das outras tribos

2004/08/17

Aos meninos da minha Angola 





Um dia que Deus estava a dormir
E o Espírito Santo andava a voar,
Ele foi à caixa dos milagres e roubou três.
Com o primeiro fez que ninguém soubesse que ele tinha fugido.
Com o segundo criou-se eternamente humano e menino.
Com o terceiro criou um Cristo eternamente na cruz
E deixou-o pregado na cruz que há no céu
E serve de modelo às outras.
Depois fugiu para o Sol
E desceu no primeiro raio que apanhou.

(...)
A Criança Nova que habita onde vivo
Dá-me uma mão a mim
E outra a tudo que existe
E assim vamos os três pelo caminho que houver,
Saltando e cantando e rindo
E gozando o nosso segredo comum
Que é saber por toda a parte
Que não há mistério no mundo
E que tudo vale a pena.

(excertos do "Poema do Menino Jesus" Alberto Caeiro)



| |  (0) das outras tribos

2004/08/16

Viajando com o mar... 



Ontem sentado na areia, olhando as ondas, os pensamentos corriam, batendo recordes como em Atenas, sentindo o sol com sabor tropical, trazendo sabores da infância e da alegria amiga do outro lado do mar. Com o sabor salgado na boca, salgado como as lágrimas daquela mãe, que vê o seu filho a morrer de fome, o mesmo menino que um dia brincou, como aquele a construir um castelo ali mesmo ao meu lado, a diferença é a geografia, o dela nasceu ali em África e este aqui.
Deixo-me cair para trás, no contraste do céu azul um bando de gaivotas, o rasto de um avião trabalhado pelo vento desenha o que parece uma explosão ... lembro-me das conversas com meu pai na varanda lá de casa, ao entardecer, olhando o horizonte, a sua grande preocupação com a sua admirada América e o poder que os fabricantes de armas sobre ela exerciam... lá no alto uma gaivota sozinha, teima em contrariar a direcção levada pelo bando, será que vale a pena a solidão só pelo gosto de fazer o que se acha justo?...
Levanto-me, olho as ondas que com a subida da maré vão-me tentando alcançar. Com os pés crio um barreira de areia, vejo o Minho e o Sabor, Rios que alguém com motivos bem diferentes tenta evitar, que corram livremente. Uma onda rapidamente anula todos os meus esforços...

Foto: Luís Pais
Quem me dera ser o mar... Talvez possa ser uma gota da onda...
Um arrepio, hora de partir... Até já!


| |  (0) das outras tribos

2004/08/13

7 em sexta 13 



Expresso: Romarias contra barragens
Jornal Notícias: Alto-minhotos e galegos contra barragens no rio Minho
Público: Protesto ibérico contra novas barragens no rio Minho junta 1500 pessoas
RTP: (...)uma série de iniciativas relacionadas com o rio Minho e com a necessidade de o "proteger dos perigos" da instalação de mais três barragens no seu leito.
Diário do Minho: Manifestação de “secos” e “molhados” contra as barragens no rio Minho
Diário de Notícias: Construção e gestão de barragens é novamente alvo de polémicas
Comissão Europeia: Resposta em 28/04/2004, à deputada do PCP, Ilda Figueiredo, sobre o projecto de barragens no Rio Minho


Foto: Carlos Freitas
Elucidados?


| |  (0) das outras tribos



Já ouviram, concerteza, falar de um espaço comercial recentemente aberto, aqui na zona de Lisboa. Vindo lá da zona das famosas loiras a Ikea, veio, se havia alguma dúvida, demonstrar que em Portugal, temos uma capacidade financeira superior aos restantes europeus, senão vejam o preço desta cama (refª: HEMNES) por essa Europa fora :
Espanha - 349 Euros - França - 349 Euros - Itália - 349 Euros - Bélgica -349 Euros - Portugal - 499 Euros.
Vai uma viagenzinha... com as promoções das companhias aéreas... e com a proximidade de Madrid e Sevilha, onde existem lojas destas, os guerreiros estão a pensar organizar uma excursão! Aceitam-se inscrições...
(com tanta coisa boa para se fazer pelo caminho, a visita à loja poderá não se efecutuar!)


| |  (0) das outras tribos

2004/08/12

Darfur horror continuado 



Na rádio, nos jornais, na TV...
"Governo americano, pede ao Senado autorização para armar milícias amigas em todo o mundo..."
"Julga-se que o número de mortos terá ontem atingido os 50.000 em Darfur..."
Sem palavras, apenas me ressoam na memória sons cantados noutra época pela força da expressão de Sophia de Mello Breyner.

Vemos, ouvimos e lemos
Não podemos ignorar
Vemos, ouvimos e lemos
Não podemos ignorar
Vemos, ouvimos e lemos
Relatórios da fome
O caminho da injustiça
A linguagem do terror
A bomba de Hiroshima
Vergonha de nós todos
Reduziu a cinzas
A carne das crianças
D'África e Vietname
Sobe a lamentação
Dos povos destruídos
Dos povos destroçados
Nada pode apagar
O concerto dos gritos
O nosso tempo é
Pecado organizado.


| |  (0) das outras tribos

2004/08/09

EM PROTESTO 



Foto: João Quintela

Numa incursão pelo Estaleiro tive conhecimento de mais uma situação da qual é necessário dar conhecimento e mostrar indignação. A Union Fenosa e a EDP querem, agora, construir um sistema de três barragens em pouco mais de 20 km de rio Minho, precisamente entre Melgaço e Monção.
Numa pesquisa rápida, soube também que no decorrer da última reunião camarária, os vereadores do PSD não deixaram passar um voto de "discordância da construção de novas barragens no Rio Minho", apresentado pelos três vereadores socialistas.
E agora?
Esta zona, para quem não conhece, além de ser uma das mais belas do país é também o local onde gosto de me deleitar todos os anos, com uns belos cozidos no restaurante do "Fernando", o requinte rústico da "Adega do Sossego" e o excelente alvarinho de colheita privada.
O prazer de deitar-me à noite, quase a ouvir o correr das águas, a olhar um céu tão cheio de estrelas, adivinhando o verde que me espera ao acordar. Ai, ai!
Lá em cima o movimento de quem vive o Minho já começou um protesto ibérico contra novas barragens no rio Minho junta 1500 pessoas é notícia do Público.
Por isso vamos juntar-nos a eles, crendo nas palavras da canção de Luís Goes:
(...) É preciso acreditar
Que esta chuva que nos molha
é um bem para se guardar
que há sempre terra que colha
um ribeiro a despertar
para um pão por despertar.

Vou acreditar que podemos alterar esta situação! Vou acreditar no bom senso acima do lucro! Vou acreditar ... vou lutar!



| |  (0) das outras tribos

2004/08/06

Mais uma semana... 



A semana a acabar ao som, de Gal, (Sábado em Copacabana) com Caymmi na lembrança...

Depois de trabalhar toda a semana
Meu sábado não vou desperdiçar
Já fiz o meu programa pra essa noite
E já sei por onde começar
Um bom lugar, pra se encontrar, Copacabana
Pra passear, à beira-mar, Copacabana
Depois um bar à meia-luz, Copacabana
Eu esperei por esta noite uma semana
Um bom jantar, depois dançar, Copacabana
Pra se amar, um só lugar, Copacabana
A noite passa tão depressa
Mas vou voltar lá pra semana
Se encontrar um novo amor ...


Fica um sonho que espero realizar breve, breve...


| |  (0) das outras tribos

2004/08/05

Crescemos... 



De repente, bafejado pela sorte, digo eu, já que esperava por este momento há algum tempo. Recebi-a, moldei-a com o maior cuidado, quase carinho, excessos da profissão, tentei deixa-la o mais parecida possível com a anterior, (que já era parecida com a outra antes, será por isto que dizem que não há amor como o primeiro? Eu já não me lembro desse... Ai se ela se lembra!...) excepto nas performances, claro, não quero aborrecer ninguém com descrições técnicas, processadores X, memórias Y, etc... se trocamos, o fito é trocar para melhor, mas é melhor não ir por aí (lembro-me do governo e ...)
Aqui estou eu sentado à frente da minha nova máquina, que trás um belo monitor, tela (pr'os meus amigos do outro lado do mar) de 21". É uma emoção vermos a tribo com este tamanho...
Em Agosto sobra-nos sempre tempo para este tipo de "mariquices", trocar máquinas, rasgar papel, organizar a mesa de trabalho, limpar o disco da lixeira acumulada durante um ano. É sem dúvida um mês necessário... para os outros irem de férias e eu ficar aqui sózinho... Enfim Dono da Tribo!
Agora vou almoçar, imaginem até tenho hora para almoçar!


| |  (0) das outras tribos



Foi colocada uma nova ligação, na coluna da esquerda. A sua consulta e divulgação é aconselhada... Hepatite C


| |  (0) das outras tribos

2004/08/02

Zeca ... outro amigo também... 





Amigo
Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja bem-vindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte
todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram


| |  (0) das outras tribos




« As Tribos »

A Inzibidinha (reborn)
Abrupto
Afrodite
Avatares Desejo
Bosque da Robina
Caderno da Corda
Cinco Dias
Canto do Melro
E-konoklasta
Estado Civil
Finúrias e Teixirinha
Geração Rasca
Hammer
História d'uma vida
Hoje há conquilhas
Introvertido
Just Music and Words
Lembranças
Macroscopio
Mafia da Cova
Malhas
O Jumento
Observador
Ondas
Outsider
Peciscas
A Quinta
Rui Tavares
Prof.Teresa
Violino Meu



« As Tribos Perdidas»

Barnabé
Enigmódromo
Estaleiro
Farol das Artes
Hepatite C
Lisboa em Fotos
Mal o Menos
Psicólogo Neurótico
Teacher
Titas
Tugir
O Velho de Alfama


« Rede Boa »

Google
Dwelling
Instituto Camões
José Luís Peixoto
MuseusPT
Arqueologia
Sanzalangola


« Ecos anteriores »


Fevereiro 2004Março 2004Abril 2004Maio 2004Junho 2004Julho 2004Agosto 2004Setembro 2004Outubro 2004Novembro 2004Dezembro 2004Janeiro 2005Fevereiro 2005Março 2005Abril 2005Maio 2005Junho 2005Julho 2005Agosto 2005Setembro 2005Outubro 2005Novembro 2005Dezembro 2005Janeiro 2006Fevereiro 2006Março 2006Abril 2006Maio 2006Junho 2006Julho 2006Agosto 2006Setembro 2006Outubro 2006Novembro 2006Dezembro 2006Janeiro 2007Fevereiro 2007Março 2007Abril 2007Maio 2007Junho 2007Julho 2007Setembro 2007Outubro 2007Novembro 2007Dezembro 2007Janeiro 2008Fevereiro 2008Março 2008Abril 2008Maio 2008Junho 2008Agosto 2008Setembro 2008Outubro 2008Novembro 2008Dezembro 2008Janeiro 2009Março 2009Maio 2009Julho 2009Agosto 2009Setembro 2009Outubro 2009Dezembro 2009Março 2010Junho 2011Junho 2012





« Correio »

o.grande.chefe@gmail.com
« Reservas »

This page is powered by Blogger. Isn't yours?
Add to Technorati Favorites