<$BlogRSDUrl$> /* ----------------------------------------------- Template Design Nome: Grande Chefe Designer: Guilherme ----------------------------------------------- */ Lembranças dos Guerreiros bgcolor="#FEEDDF">

2008/03/30

Só podia... 





Não resisti a partilhar esta brincadeira, ou não fosse este o filme dos filmes!
Play it again Sam!

Etiquetas:



| |  (0) das outras tribos

2008/03/29

Será necessário?... 





| |  (0) das outras tribos

2008/03/27

No teu dia Mãe 





Querida Mãe



Apesar de estares noutro espaço, certamente melhor que este que ocupamos, a Tua presença é sentida por nós em cada momento, em cada dia que passa.



27 de Março é apenas aquele dia em que celebramos de uma forma diferente a vida que nos ensinaste a sentir.

Beijos


| |  (4) das outras tribos

2008/03/25

O Despertar do Sonho 





Sempre fui idealista, idealista humanista. Sonhei e continuo a sonhar com um mundo melhor em que o ser humano se respeite pelo simples facto de SER. Um mundo que se pudesse retratar nos versos de António Gedeão, «o sonho comanda a vida…», da sua Pedra Filosofal. Um mundo que cumprisse a profecia de Martin Luther King: I have a dream… O lobo e o cordeiro, lado a lado, os filhos de todas as raças e espécies a conseguirem viver em harmonia…

Quando será que a humanidade aprende? Ainda não cometemos erros suficientes?

Esta amargura deve-se a uma situação que começa a ganhar terreno nas Escolas Portuguesas.

Passo a expor. Sempre confessei aos meus familiares, amigos e alunos, que me considerava uma privilegiada pois consegui, o curso que me apaixonava e a profissão que tanto respeitava. Licenciei-me em Filosofia, enquanto trabalhadora estudante, em cinco anos de Universidade: sou bacharel e licenciada; tornei-me professora do Ensino Secundário, sentindo-me honrada pela possibilidade de ter influência na aquisição de conhecimentos de muitos adolescentes e, pelo enriquecedor que é acompanhar, mesmo que só durante os três anos do Ensino Secundário, o desabrochar das capacidades de reflexão e crítica desses mesmos jovens. A alegria de os encontrar, já formados, com filhos, a reconhecerem a professora e a cumprimentá-la com respeito e amizade; é uma bela profissão! Cansativa, com pouco tempo para nós, pois a evolução dos conhecimentos não se compadece de quem não consegue actualizar-se. Constante, porque o trabalho não acaba na escola. Angustiante quando constatamos situações familiares difíceis que nos ultrapassam. No entanto gratificante pelo relacionamento humano que nos permite.

Hoje estou deveras preocupada! Já não é só pelo stress que as novas directivas governamentais me provocam, nem pelas injustiças que o novo modelo da carreira docente provocou.

Estão a transformar as escolas em prisões…

Ao ouvir a descrição do professor encarregado do novo sistema de segurança da escola senti-me a fazer parte de um romance de ficção. Quem leu a obra «1984» de Georges Orwell, e a sua profecia do Big Brother, vai assistir à sua aplicação nas escolas portuguesas: cartões com uma banda magnética, sensores à entrada da escola; na papelaria, no bar, na cantina tudo se resolve com um cartão com um código. Na sala de aula um portátil com ligação à internet onde os sumários são lançados assim como as faltas dos alunos. Não consigo transmitir tudo o que ouvi, sei que a minha sensação do «já li isto em qualquer lado» é partilhada por mais professores da minha escola e a referência foi unânime e simultânea: não foi em 1984, mas está a acontecer em 2008. Por este andar nem em casa teremos privacidade. É isto que se entende por «aldeia global»?

Os direitos humanos estão a ser subvertidos, os valores são alterados de uma forma tal que se dá mais importância aos números do que às pessoas.

Estou desiludida, mas não me calo, nem baixo os braços. «Até que a voz me doa» vou continuar a bradar contra a corrente, se necessário!



| |  (0) das outras tribos

2008/03/20

Ela chegou... 



Finalmente...
... a Primavera!


| |  (0) das outras tribos



Diz Tomás Vasques, a respeito das imagens transmitidas hoje no telejornal, Quem não se dá ao respeito, dificilmente será respeitado. Eu não resisto comentar, se a situação fosse tão facilmente redutível, meu caro, os politícos estariam todos decapitados.

Etiquetas:



| |  (4) das outras tribos

2008/03/19

Porque me apetecia... 



Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber...
Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer...
Se eu disser
Que já nem sinto nada
Que a estrada sem você
É mais segura
Eu sei você vai rir
Da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso
Leio o teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
E eu já nem preciso...

Sinto dizer que amo mesmo
Tá ruim prá disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos
No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra-mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada....

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa...
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Lê o meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
Por que eu já nem preciso...

E cada vez que eu fujo
Eu me aproximo mais
E te perder de vista assim
É ruim demais
Por isso que atravesso
O teu futuro
E faço das lembranças
Um lugar seguro...

Não é que eu queira
Reviver nenhum passado
Nem revirar
Um sentimento
Revirado!
Mas toda vez que eu procuro
Uma saída
Acabo entrando sem querer
Na tua vida

Ana Carolina

Etiquetas:



| |  (0) das outras tribos

2008/03/17



A tribo saúda o Davi Reis pelo seu primeiro livro de poesia, sabendo da importância deste, aqui fica o convite.

Dizem-nos as estrelas que este será o primeiro de muitos !




| |  (1) das outras tribos

2008/03/13

Foi você que pediu... 



Com o mesmo amor e carinho com que Rangel pediu o Paulo sem se fazer rogado deu! Lembro o Emídio, que conheci lá por terras do sul de Angola, passado enterrado, que como ex-(entre muitas) professor universitário, também ele é responsável pelos " jovens analfabetos, incultos e impreparados," .
Também eu, Emídio, estou agradecido aos meus professores do saudoso Camões, Dionísio, Gilô, Ferreira, entre tantos, e também eu estou certo da injustiça que seria a avaliação destes face aos métodos propostos pelo actual ministério.
Em jeito de comentário final, aposto que o seu amigo Costa deve ter adorado o epíteto lançado à cara-metade. Sabe meu caro a guerra ensinou-me, granadas só devem ser usada quando se tem a certeza que o alvo é todo constituído por inimigos, neste caso hooligans...

Etiquetas:



| |  (2) das outras tribos



Depois do jogo de ontem à noite há uma coisa que não me sai da cabeça, como é que uma equipa, daquelas, se pode dar ao luxo de deixar um Eusébio e um Chalana no banco?!...

Etiquetas:



| |  (0) das outras tribos

2008/03/10

Analogias 



Se os objectivos não são atingidos, tanto na educação como no futebol, os treinadores como os professores, são os culpados!
Para quando uma manifestação dos treinadores?!...


| |  (0) das outras tribos

2008/03/09

Ilusões 







Sem comentários...

Apreciem apenas!


| |  (0) das outras tribos

2008/03/07

Era nunca mais... 




A cultura da graxa está a instalar-se na Administração Pública, a forma mais eficaz de dar graxa é imitar o chefe nos seus tiques, se o chefe usa cabelo curto vão ao barbeiro, se o chefe veste cinzento todos andam de cinzento, se o chefe é exigentes todos se armam em exigentes. Medem a sua competência pela capacidade de imitar o chefe, lembram-me o tempo em que os militantes do PSD e do CDS andavam todos de casacão verde para imitar Freitas do Amaral quando foi candidato à Presidência da República.

Aproveitando este texto d' O Jumento, relembro a história de vida do "Grande Chefe" que foi meu pai. Por achar que o mérito devia ser ganho pela competência profissional e produtividade, sempre se rebelou contra os "afilhados", "enteados" e outros quejandos. Por isso foi considerado elemento subversivo, por isso foi preterido a favor de outros menos vertebrados, por isso foi injustiçado, mas também por isso nos fez acreditar numa sociedade livre e igualitária, que seria o futuro, futuro que se materializou, num dia 25. Mesmo depois de todas as vicissitudes que se seguiram, (a guerra sentida como poucos) a crença numa sociedade mais justa, onde não teriam mais lugar situações como aquelas que tinha sido alvo, era ponto assente.
Só foram precisos 30 anos, ou talvez nem tanto…

Etiquetas:



| |  (0) das outras tribos

2008/03/04

E 4... 



... são as estações sendo o cheiro da Primavera cada vez mais intenso.
... as estatuetas arrecadadas pelos irmãos Cohen com No Country For Old Men.
... mp ou mpeg é um codec que contém formato audio e video, mas apesar da semelhança de sigla nada tem a ver com o mp3 a não ser a própria da sigla.
... foram os corpos encontrados na mala de um carro no Rio.
... os anos que um invisual espera para receber um cão guia.
... é o dia da super terça-feira II, das eleições americanas Obama ou Clinton?
... de Março de 1394 nasce o Infante D. Henrique, aquele, o tal português, o dos Descobrimentos.
E diz lá que não se aprende(u) em 4...

Etiquetas:



| |  (0) das outras tribos




« As Tribos »

A Inzibidinha (reborn)
Abrupto
Afrodite
Avatares Desejo
Bosque da Robina
Caderno da Corda
Cinco Dias
Canto do Melro
E-konoklasta
Estado Civil
Finúrias e Teixirinha
Geração Rasca
Hammer
História d'uma vida
Hoje há conquilhas
Introvertido
Just Music and Words
Lembranças
Macroscopio
Mafia da Cova
Malhas
O Jumento
Observador
Ondas
Outsider
Peciscas
A Quinta
Rui Tavares
Prof.Teresa
Violino Meu



« As Tribos Perdidas»

Barnabé
Enigmódromo
Estaleiro
Farol das Artes
Hepatite C
Lisboa em Fotos
Mal o Menos
Psicólogo Neurótico
Teacher
Titas
Tugir
O Velho de Alfama


« Rede Boa »

Google
Dwelling
Instituto Camões
José Luís Peixoto
MuseusPT
Arqueologia
Sanzalangola


« Ecos anteriores »


Fevereiro 2004Março 2004Abril 2004Maio 2004Junho 2004Julho 2004Agosto 2004Setembro 2004Outubro 2004Novembro 2004Dezembro 2004Janeiro 2005Fevereiro 2005Março 2005Abril 2005Maio 2005Junho 2005Julho 2005Agosto 2005Setembro 2005Outubro 2005Novembro 2005Dezembro 2005Janeiro 2006Fevereiro 2006Março 2006Abril 2006Maio 2006Junho 2006Julho 2006Agosto 2006Setembro 2006Outubro 2006Novembro 2006Dezembro 2006Janeiro 2007Fevereiro 2007Março 2007Abril 2007Maio 2007Junho 2007Julho 2007Setembro 2007Outubro 2007Novembro 2007Dezembro 2007Janeiro 2008Fevereiro 2008Março 2008Abril 2008Maio 2008Junho 2008Agosto 2008Setembro 2008Outubro 2008Novembro 2008Dezembro 2008Janeiro 2009Março 2009Maio 2009Julho 2009Agosto 2009Setembro 2009Outubro 2009Dezembro 2009Março 2010Junho 2011Junho 2012





« Correio »

o.grande.chefe@gmail.com
« Reservas »

This page is powered by Blogger. Isn't yours?
Add to Technorati Favorites