<$BlogRSDUrl$> /* ----------------------------------------------- Template Design Nome: Grande Chefe Designer: Guilherme ----------------------------------------------- */ Lembranças dos Guerreiros bgcolor="#FEEDDF">

2006/09/21

Don't forget other September 



September '77
Port Elizabeth weather fine
It was business as usual
In police room 619
Oh Biko, Biko, because Biko
Oh Biko, Biko, because Biko
Yihla Moja, Yihla Moja
-The man is dead
When I try to sleep at night
I can only dream in red
The outside world is black and white
With only one colour dead
Oh Biko, Biko, because Biko
Oh Biko, Biko, because Biko
Yihla Moja, Yihla Moja
-The man is dead
You can blow out a candle
But you can't blow out a fire
Once the flames begin to catch
The wind will blow it higher
Oh Biko, Biko, because Biko
Yihla Moja, Yihla Moja
-The man is dead
And the eyes of the world are
watching now
watching now
Peter Gabriel


Stephen Bantu Biko 18/Dez/1946 - 12/Set/1977
"In time, we shall be in a position to bestow on South Africa the greatest possible gift - a more human face."


| |  (0) das outras tribos

2006/09/18

Ou há igualdade, ou ... 



Exmo. Senhor Dr. Rogério Pinheiro
Director-Geral de Viação
Av. República, 16
1000 Lisboa

Ass: Requerimento

Exmo. Senhor,
Vem a Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M), em defesa do interesse público, reportar-se à infracção muito grave cometida pelo motorista da viatura oficial utilizada pelo Dr. Manuel Pinho, Ministro da Economia e Inovação, no passado dia 9/09/06, quando se deslocava na A1, no sentido Lisboa-Porto, infracção essa identificada pelos radares da GNR-BT na zona de Leiria.
Esta infracção muito grave – a viatura circulava à velocidade de 212km/h, como foi amplamente difundido pela comunicação social – terá sido justificada publicamente pelo Ministro por motivo de “serviço urgente de interesse público”.
Ora, considera a ACA-M que esta justificação não tem fundamento, já que o interesse público (aparentemente, uma banal reunião com o autarca de Matosinhos) é manifestamente inferior aos vários prejuízos decorrentes da infracção. Designadamente porque:
1. a circulação à velocidade de 212 km/h coloca em manifesto perigo de vida os restantes utentes da via;
2. prejudica – descredibilizando-a - a política governamental de combate ao excesso de velocidade, considerado como a principal causa de sinistralidade rodoviária pelo Ministério da Administração Interna;
3. prejudica também a política governamental de redução de emissão de gases para cumprimento do protocolo de Quioto, que estabelece a diminuição do limite máximo de velocidade em auto-estrada;
A circulação à velocidade de 212 km/h é qualificável como comportamento anti-social, e a invocação, neste caso, de “serviço urgente de interesse público” não é legítima, desvirtuando as intenções do legislador.
Não deverá V. Exa. deixar de considerar que o motorista da viatura oficial não circularia à velocidade referida não fora por indicação expressa do Senhor Ministro Manuel Pinho.
Notamos, por isso, que o artigo 26º do Código Penal, que se aplica subsidiariamente ao caso sub judice, estatui que é punível como autor não só quem executar o facto mas ainda quem, dolosamente, determinar outra pessoa à prática do facto” o que caracteriza a figura jurídica da instigação e autoria moral.
No mesmo sentido vai o artigo 135 nº 7 a) do Código da Estrada, ao estatuir que “Os comitentes que exijam dos condutores um esforço inadequadao à prática segura da condução” são também responsáveis pelas infracções previstas no Código da Estrada.
Assim, não se pode punir unicamente, como autor do facto ilícito praticado, o motorista do Ministro da Economia, pelas seguintes razões:
1. Encontrava-se no exercício das suas funções;
2. Sob autoridade e direcção directa do ministro;
3. O interesse de chegar mais cedo ou mais tarde ao destino das alegadas funções oficiais, era do ministro e não do motorista o qual agiu, obviamente, por ordem expressa ou tácita do seu comitente – o Ministro da Economia.
Assim, terá que se concluir que a contra-ordenação muito grave e, eventualmente, o crime praticado, são da responsabilidade do Ministro da Economia e não apenas do seu motorista, pelo que vimos requerer que a sanção a aplicar ao motorista seja extensível ao Senhor Ministro.
Pede Deferimento,
Manuel João Ramos
Presidente da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados
Lisboa, 12/09/06
E a tribo subscreve. Quanto mais não fosse, porque a minha Maria não me deixa circular a essa velocidade, e também porque se circulasse de certeza seria "caçado" e "tramava-me".
Brincadeiras à parte, o ministro deve assumir as suas responsabilidades, ponto.
...ou comem todos!


| |  (0) das outras tribos

2006/09/15

Separação... 




A mãe Pateta foi surpreendida há mês e meio com o nascimento do Lucky, sobrevivente de uma ninhada de 4.
Agora chegou a vez do Lucky encher de alegria outra família.
Ficam na memória os primeiros passos, as primeiras gracinhas, os primeiros latidos...
E perante estas fotos, achas que será possível esquecer?!













Já estou com saudades!...


| |  (0) das outras tribos

2006/09/11

5 anos 



Itália, Padova.
Deitado na cama do quarto de hotel descansava, o corpo depois de um dia daqueles. Ligo a televisão e vou fazendo um zapping, paro ao ver imagens de um edificio que arde numa cidade algures. Sem prestar grande atenção, vou olhando sem ver. De repente o outro edificio ao lado é atingido por algo, repete-se a imagem um avião chocou com aquele prédio, mas que raio de canal é este. CNN então não é filme...
As imagens de horror sucederam-se, debaixo da emoção os pormenores eram deixados para segundo plano.
Ontem meio ensonado ou melhor já muito ensonado dado o adiantado da hora, revi, na RTP1, aqueles momentos como podia já ter feito aqui.
Agora, mais incrédulo do que há cinco anos, só tenho uma certeza, a evitabilidade das morte de Gordon, Maria, Joseph, João, Grace, Telmo, Brett, Sharon, Ivan, Alvin, Bella 11 dos mais 2885 que pereceram nas Twin Towers.
Pena é que um canal de serviço público, coloque a opinião de um comentador em "prime time" sem menosprezo para o senhor, mas vale o que é um juízo de valor sem necessidade de nada de mais para além da capacidade de verborreia, e um excelente trabalho de investigação seja relegado para madrugada cedo, valha-nos o provedor do telespectador.


| |  (0) das outras tribos

2006/09/08

Irresistível 





Minhas amigas homem assim tá dificil de encontrar, organizem-se façam fila e bom fim-de-semana!


| |  (0) das outras tribos



Papa cancelou concertos de pop rock, habitualmente realizados na época natalicia, argumentando não serem apropriados para o Vaticano...
Quo vadis igreja?
Vamos voltar ao canto gregoriano, aos veús ... esquecer as janelas abertas de Paulo VI e o jovem rebelde de há 2000 anos, cada vez mais longe fica.
Este senhor à imagem de outros lideres, considera-se dono do espaço que ocupa, a ambição demonstrada no gesto de saudação aquando da sua escolha, já deixava antever um futuro triste.
Depois de assitir ao concerto dos Simply Red, ontem à noite no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, banda que iria, iria mas já não vai, tocar em Roma. Atrevo-me a dizer, Bento XVI não sabes o que perdes, como podes verificar por este fiel resumo .
Sem ser um fã, posso dizer-te, que me fartei de abanar o esqueleto e o...
(...)
Holding back the years
Thinking of the fear I've had so long
When somebody hears
Listen to the fear that's gone
Strangled by the wishes of Pater
Hoping for the arms of Mater
Get to meet her sooner or later
I'll keep holding on
I'll keep holding on
Holding back the years
(...)
...Não me sai do ouvido!


| |  (0) das outras tribos

2006/09/05

It was meant to be written in the stars... 



Lá de cima vem o som da festa.
Happy birsthday Freddie.
A 5 de Setembro de 1946, em Zanzibar nasceu Farrokh Bulsara, aquele deu nome a Freddie Mercury, the Great Pretender himself.
A 24 de Novembro de 1991, ausentou-se para parte incerta, sabemos que é algures lá ...
Foi com a certeza de que o som da sua voz nos permaneceria em frases como:
Bring it back, bring it back, don't take it away from me because you don't know what it means to me...
Tomorrow god knows just where I'll be
Forever is ours today
This could be heaven for everyone

Who wants to live forever
There must be more to life, more to life than this

I've got to break free, I want to break free
Is anybody there to confort me
Lord...take care of me
E nem precisamos de fingir...
Pretending that you're
Pretending that you're still around

Afinal tudo estava perfeitamente pensado e ele não se ausentaria sem uma justificação:
Is everybody happy? Is everybody really feeling good
I’m sorry I couldn’t be there, I’m recording in a studio all night long
So take it easy everyone, have a nice day bye, bye

Até já!
God save the Queen King!


| |  (0) das outras tribos




« As Tribos »

A Inzibidinha (reborn)
Abrupto
Afrodite
Avatares Desejo
Bosque da Robina
Caderno da Corda
Cinco Dias
Canto do Melro
E-konoklasta
Estado Civil
Finúrias e Teixirinha
Geração Rasca
Hammer
História d'uma vida
Hoje há conquilhas
Introvertido
Just Music and Words
Lembranças
Macroscopio
Mafia da Cova
Malhas
O Jumento
Observador
Ondas
Outsider
Peciscas
A Quinta
Rui Tavares
Prof.Teresa
Violino Meu



« As Tribos Perdidas»

Barnabé
Enigmódromo
Estaleiro
Farol das Artes
Hepatite C
Lisboa em Fotos
Mal o Menos
Psicólogo Neurótico
Teacher
Titas
Tugir
O Velho de Alfama


« Rede Boa »

Google
Dwelling
Instituto Camões
José Luís Peixoto
MuseusPT
Arqueologia
Sanzalangola


« Ecos anteriores »


Fevereiro 2004Março 2004Abril 2004Maio 2004Junho 2004Julho 2004Agosto 2004Setembro 2004Outubro 2004Novembro 2004Dezembro 2004Janeiro 2005Fevereiro 2005Março 2005Abril 2005Maio 2005Junho 2005Julho 2005Agosto 2005Setembro 2005Outubro 2005Novembro 2005Dezembro 2005Janeiro 2006Fevereiro 2006Março 2006Abril 2006Maio 2006Junho 2006Julho 2006Agosto 2006Setembro 2006Outubro 2006Novembro 2006Dezembro 2006Janeiro 2007Fevereiro 2007Março 2007Abril 2007Maio 2007Junho 2007Julho 2007Setembro 2007Outubro 2007Novembro 2007Dezembro 2007Janeiro 2008Fevereiro 2008Março 2008Abril 2008Maio 2008Junho 2008Agosto 2008Setembro 2008Outubro 2008Novembro 2008Dezembro 2008Janeiro 2009Março 2009Maio 2009Julho 2009Agosto 2009Setembro 2009Outubro 2009Dezembro 2009Março 2010Junho 2011Junho 2012





« Correio »

o.grande.chefe@gmail.com
« Reservas »

This page is powered by Blogger. Isn't yours?
Add to Technorati Favorites