<$BlogRSDUrl$> /* ----------------------------------------------- Template Design Nome: Grande Chefe Designer: Guilherme ----------------------------------------------- */ Lembranças dos Guerreiros bgcolor="#FEEDDF">

2007/04/30

E esta, hem? 



Assunto: Sócrates e Morais

>O PROFESSOR QUE SÓCRATES NÃO CONHECIA, NÃO CONHECEU NEM QUER OUVIR FALAR, A BEM DA NAÇÃO

>Chama-se António José Morais e é Engenheiro a sério; daqueles reconhecidos pela ordem (não é uma espécie de Engenheiro, como diriam os Gatos Fedorentos).

>O António José Morais é primo em primeiro grau da Dr.ª Edite Estrela. É um transmontano tal como a prima que também é uma grande amiga do Eng. Sócrates. Também é amigo de outro transmontano, também licenciado pela INDEPENDENTE o Dr. Armando Vara, antigo caixa da Caixa Geral de Depósitos e actualmente Administrador da Caixa Geral de Depósitos, grande amigo do Eng. Sócrates e da Dr.ª Edite Estrela.

>O Eng. Morais trabalhou no prestigiado LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil) só que, devido ao seu elevado empreendedorismo, canalizava trabalhos destinados ao LNEC, para uma empresa em que era parte interessada. Um dia foi convidado a sair pela infeliz conduta.

>Trabalhou para outras empresas entre as quais a Hidroprojecto e pelas mesmas razões foi convidado a sair.

>Nesta sua fase de consultor de reconhecido mérito trabalhou para a Câmara da Covilhã aonde vendeu serviços requisitados pelo técnico Eng. Sócrates.

>Daí nasce uma amizade.

>É desta amizade entre o Eng. da Covilhã e o Eng. Consultor que se dá a apresentação do Eng. Sócrates à Dr.ª Edite Estrela, proeminente deputada e dirigente do Partido Socialista.

>E assim começa a fulgurante ascensão do Eng. Sócrates no Partido Socialista de Lisboa apadrinhada pela famosa Dr.ª Edite Estrela, ainda hoje um vulto extremamente influente no núcleo duro do líder socialista.

>À ambição legítima do político Sócrates era importante acrescentar a licenciatura.

>Assim o Eng. Morais, já professor do prestigiado ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa) passa a contar naquele Instituto com um prestigiado aluno - José Sócrates Pinto de Sousa, bacharel.

>O Eng. Morais, demasiado envolvido noutros projectos, faltava muitas vezes ás aulas e naturalmente foi convidado a sair daquela docência.

>Homem de grande espírito de iniciativa, rapidamente se colocou na Universidade Independente.

>Aí o seu amigo bacharel José Sócrates, imensamente absorvido na politica e na governação prosseguiu estudos -"porque foi a escola mais perto do ISEL que encontrou".

>E assim se licenciou, tendo como professor da maioria das cadeiras (quatro, de cinco) o desconhecido mas exigente Eng. Morais. E ultrapassando todas as dificuldades, conseguindo ser ao mesmo tempo Secretário de Estado e trabalhador estudante licencia-se, e passa a ser Engenheiro, à revelia da maçadora Ordem dos Engenheiros, que segundo consta é quem diz quem é Engenheiro ou não, sobrepondo-se completamente ao Ministério que tutela o ensino superior.

>Eis que, licenciado o governante, há que retribuir o esforço do hiper-mega professor que, com sacrifício do seu próprio descanso. deve ter dado aulas e orientado o aluno a horas fora do normal, já que a ocupação de Secretário deEstado é normalmente absorvente.

>E assim foi.

>O amigo Vara, também secretário da Administração Interna coloca o Eng. Morais como Director Geral no GEPI, um organismo daquele Ministério.

>O Eng. Morais, homem cheio de iniciativa, teve que ser demitido devido a adjudicações de obras não muito consonantes com a lei e outras trapalhadas na Fundação de Prevenção e Segurança fundada pelo Secretário de Estado Vara (lembram-se que foi por causa dessa famigerada Fundação que o Eng. Guterres foi obrigado a demitir o já ministro Vara - pressões do Presidente Sampaio, o que levou ao corte de relações do Dr. Vara com o Dr. Sampaio – consta até que o Dr. Vara nutre pelo ex. Presidente um ódio de estimação).

>O Eng. Guterres, farto que estava do Partido Socialista (porque é um homem de bem, acima de qualquer suspeita, íntegro e patriota) aproveita a derrota nas autárquicas e dá uma bofetada de luva branca no Partido Socialista e manda-os todos para o desemprego.

>Segue-se o Dr. Durão Barroso e o Dr. Santana Lopes que não se distinguem em praticamente nada de positivo e assim volta o Partido Socialista comandado pelo Eng. Sócrates e ganha as eleições com maioria absoluta.

>Eis que, amigo do seu amigo é, e vamos dar mais uma oportunidade ao Morais, que o tipo não é para brincadeiras.

>E o Eng. Morais é nomeado Presidente do Instituto de Gestão Financeira do Ministério da Justiça.

>O Eng. Morais homem sensível e de coração grande, tomba de amores por uma cidadã brasileira que era empregada num restaurante no Centro Comercial Colombo.

>E como a paixão obnubila a mente e trai a razão nomeia a "brasuca" Directora de Logística dum organismo por ele tutelado a ganhar 1600 ¤ por mês. Claro que ia dar chatice, porque as habilitações literárias (outra vez as malfadadas habilitações) da pequena começaram a ser questionadas pelo pessoal que por lá circulava.

>Daí a ser publicado no "24 HORAS" foi um ápice.

>E assim lá foi o apaixonado Eng. Morais despedido outra vez.

>TIREM AS VOSSAS CONCLUSÕES

>E, se souberem, acrescentem mais qualquer coisinha.



| |  (0) das outras tribos

2007/04/27

Novo Blog 




Parabéns, Guilherme. Finalmente estamos no novo blog. Para comemorar a ocasião, aqui vai uma foto especial da minha viagem a Paris.

Não resisti a ver de perto a figura de cera de Jackie Chan e, fui apanhada por uma aluna divertida.

Não percam o Museu Grévin. É extraordinário!


| |  (0) das outras tribos

2007/04/23

Viagem 



Visitei Paris numa viagem de estudo efectuada entre 29 de Março e 5 de Abril. Seis professoras e 25 alunos, voamos para Paris, passamos pelo Luxemburgo e estivemos em Estrasburgo.
Este foi um dos meus locais de eleição na «cidade das luzes»: os jardins do Palácio de Luxemburgo.
Local que contrasta pela simetria, beleza e limpeza, com o resto da cidade que prima pelo lixo na rua.
Foi a parte decepcionante de Paris: o lixo.

Houve outros locais de eleição que ficam para o próximo post.

Até breve.


| |  (0) das outras tribos

2007/04/19

Comparações... 



Para haver um governo forte, é necessário uma oposição a condizer.
Se alguém tem dúvidas acerca do governo italiano, basta dar uma olhadinha na forza da oposição.
Já estou a imaginar um outro ex, (aquele cujo o nome evito, pois anda por aí), a esfregar as mãos, murmurando: - Ai se eu fosse o lider da oposição!...


| |  (2) das outras tribos



Um Perfeito Estranho, ora aqui está um bom filme, talvez os críticos não lhe atribuam 4 estrelas ou mesmo 3, mas eu gostei e também nunca liguei muito a essa gente.
Bom ritmo, numa história bem construída, com suspense qb, uma banda sonora a condizer, até dá para ouvir um bocadinho do velhinho Otis, com muito boas interpretações de Bruce Willis, Giovanni Ribisi, uns toques para apreciadoras de Gary Dourdan, (aquele jovem CSI) e last but not least, antes pelo contrário, de Hale Barry, bem, bem, aqui fica um cheirinho do enredo:
Uma repórter de investigação de nome Rowena (Halle Berry, uhuuu), p… da vida, por lhe terem estragado um furo jornalístico com um senador, encontra uma amiga que vem a ser assassinada. Por detrás deste fim trágico pode estar um ricalhaço executivo Harrison Hill (Bruce Willis). Rowena começa então investigá-lo, por conta própria, infiltrando-se, na sua empresa passando-se por Katherine e identidade criada pelo seu ex-colega Miles (Giovanni Ribisi) técnico de informática.
Já como funcionária temporária da agência começa e através de salas de chat, aproxima-se de Hill, usando outro nome. Só que com o passar do tempo apercebe-se que não é a única a usar várias identidades. Percepção despoletada por …
bem o melhor é ires ver !...
Aqui fica o aperitivo, tipo cereja...



| |  (0) das outras tribos

2007/04/18

BM's à parte... 



A Ministra do Interior da Macedónia, Gordana Jankulovska, tem como carro oficial, o BMW X5 roubado a David Beckam em Madrid. E a senhora diz que só o devolve pessoalmente e se, e só se o próprio o reclamar!
D. Gorda..., não se importará que a trate assim, entre ministros os diminutivos, são prática comum... pode ser que até tenha sorte, porque a magra lá das Spice, já lá só vai com diamantes!...


| |  (0) das outras tribos



O trabalho dos jornalistas nem sempre tem o reconhecimento merecido, principalmente aqueles que a colocam a necessidade de informar acima da sua própria segurança pessoal e mental.


Literalmente... ou será lateralmente... ou...


| |  (0) das outras tribos

2007/04/17

Tenho uma lágrima no canto do olho... 



Emocionado com a época futebolística proporcionada pelo engenheiro-treinador do SLBenfica, e após o jogo de ontem com o Braga, tomámos a iniciativa de proceder a uma colecta entre os habitantes da tribo (os outros ainda não sabem) e comprámos esta pequena lembrança, que já foi colocada no serviço entregas urgentes, acreditamos, dada a velocidade deste que o mesmo estará nas mãos de Fernando Santos ainda antes do Derley, conseguir dominar uma bola em condições .

A acompanhar um postal, com texto do Jumento: "Quando os resultados de uma equipa são inferiores ao somatório dos valores individuais isso significa que foi mal dirigida, foi o que sucedeu com o Benfica. Fernando Santos revelou-se um mau treinador e o jogo com o Braga foi o fim da carreira do Benfica nesta época."



| |  (0) das outras tribos

2007/04/16

Não custa pedir... 



À semelhança de tantos outros cartazes, que pululam os nossos estádios de futebol, pedindo:
Nuno Gomes dá-me a tua camisola,
Quaresma dá-me os teus calções,
Fernando Santos dá-me os teus sapatos, (é verdade eu vi),
Dani dá-me as chuteiras…(este não vi, mas é mais plausível do que o anterior )
Segundo rezam, as últimas sondagens, a taxa de concretização destes desejos anda na ordem dos 40%... A partir de agora, nos jogos da selecção nacional, além do cachecol, lá estarei eu com o meu cartaz: E eu estar nos 40%... Até comprava a discografia toda da Ronalda!...


| |  (0) das outras tribos

2007/04/13

Huummmm... 



At a Loss for Words



| |  (0) das outras tribos



Uma saudade surgiu, uma lágrima aflorou, imagens rodopiaram na minha mente e, em vez de me deixar levar pela tristeza resolvi partilhar algumas dessas imagens.
Este era o meu local preferido. Quando algo me incomodava, ou quando sentia necessidade de repousar a mente e a vista, agarrava no carro e dava um passeio até à Senhora do Monte. Espaço privilegiado de belos roseirais, com piscina e vista sobre a cidade. Uma paisagem que lavava os olhos e a alma.


| |  (0) das outras tribos

2007/04/12

To be or not to be 



Fantástico, o país descobriu que um político mentiu.
E de repente da esquerda à direita a intelectualidade furiosa, solta a sua verborreia mais rebuscada para atirar pedras sabendo-se isentos de pecado... Quando Sócrates (o PM, não o jogador de futebol, nem o filósofo) afirmou
Não vou aumentar os impostos!
Vou criar mais empregos!
Aproximaremos Portugal da Europa!
Vamos melhorar a saúde!
Mais e melhor educação!
Melhor qualidade de vida…
(Pena não ter, como outros blogs, os vídeos disponíveis, entrava no top rapidamente)
Não, não foram estas que fizeram, jornalistas investigar, nem bloggers remexerem nos baús, nem intelectuais perderem noites a escrever, nem reuniões de emergência da oposição, o que faz este país parar é o Primeiro-Ministro afinal, poder não ser engenheiro. Imaginem que ele até deixou que o tratassem como tal, sentou-se à mesma mesa com os ilustres licenciados, mestrados e doutorados, que afronta.
Mentiu! Novidade!
Aqui para nós que ninguém nos ouve, quantos tratados por xô dotôr, xô engenhêro, não têm as datas dos certificados algures no ano de 1974? Quantas disciplinas tem, o Durão Barroso com passagem administrativa? É melhor não esmiuçar muito, ainda ficamos sem letrados e a Europa ainda pára, também.
Pena é não ter visto tanta indignação no que realmente é importante para o futuro deste país, nas tantas melhorias que este como outros disseram fazer, mas cujo resultado só se viu nos respectivos círculos familiares e de amizade, com as colocações na Galp, na EDP, na CGD, etc… Mas isso não importa nada, até porque mais tarde ou mais cedo vamos descobrir que uma destas mentes brilhantes agora indignada, é ou foi colocado com salário principesco e sem qualquer obrigação de contrapartida.
Julgo que do monte de … ouvida até agora, só alguém, do qual nem tinha expectativas, veio alguma lógica : O importante a saber é se houve de alguma forma favorecimento pessoal ao detentor de cargo público.
Tudo o resto, tendo em conta o cenário nacional, é dispensável.
Digo eu…


| |  (0) das outras tribos

2007/04/10

Esmeralda - a menina nas mãos ... 



Tenho alguma dificuldade em perceber todo este processo, principalmente como é que alguém que condena a prisão um homem (criminoso sequestrador), depois entrega à sua guarda uma criança de 5 anos. Para tentar enquadrar o meu raciocinio, seguem alguns excertos do Acordão e de 2 notícias. Para que os mais iluminados me esclareçam... é que eu ando um bocado "desfocado"!


Texto integral: Acórdão do Tribunal Colectivo - Círculo Judicial de Tomar
(...)Esmeralda Porto nasceu no dia 12 de Fevereiro de 2002 tendo sido registada como filha de pai incógnito

(...)Em Janeiro de 2003 é remetido ao tribunal judicial da Sertã (processo de averiguação oficiosa da paternidade (nº209/02)) o resultado do exame concluindo-se pela paternidade do assistente Baltazar.


SIC ONLINE Publicação: 31-03-2007 11:10
O Ministério Público (MP) do Tribunal da Relação pediu a redução da pena de seis para quatro anos de prisão para o militar Luís Gomes, condenado por sequestro da menor Esmeralda Porto.


SIC ONLINE Publicação: 10-04-2007 20:03
O despacho final referente ao acordo para a guarda da menor deverá ser emitido só na próxima semana, depois de o Ministério Público se pronunciar por escrito, no prazo legal a que tem direito.

Adelina Lagarto está também acusada de sequestro da menor, num processo que corre em separado do que condenou o seu marido, o sargento Luís Gomes, a seis anos de prisão, em Janeiro passado.

Adelina Lagarto já foi acusada do crime de sequestro, estando agora a decorrer o prazo legal para requerer a abertura de instrução.

Caso não peça a abertura de instrução do processo em que é acusada de sequestro, será julgada pelo mesmo colectivo de juízes que condenou o seu marido em Janeiro deste ano, referiu a fonte.

Com Lusa


| |  (0) das outras tribos




nós afixamos!


| |  (0) das outras tribos

2007/04/04

Provocação 



Ontem o responsável pela iniciativa 7wonders, visitou o Estádio da Luz, local onde se realizará a cerimónia de declaração das novas 7 maravilhas do mundo.
Ao pisar o relvado olhou em volta, e deixou escapar algo como:
- Bem, o melhor é elegermos só 6 !...


| |  (0) das outras tribos





Minhas palavras são a metade de um diálogo obscuro
continuando através de séculos impossíveis.

Agora compreendo o sentido e a ressonância
que também trazes de tão longe em tua voz.

Nossas perguntas e resposta se reconhecem
como os olhos dentro dos espelhos. Olhos que choraram.

Conversamos dos dois extremos da noite,
como de praias opostas. Mas com uma voz que não se importa...

E um mar de estrelas se balança entre o meu pensamento e o teu.
Mas um mar sem viagens.
Cecília Meireles


| |  (0) das outras tribos




« As Tribos »

A Inzibidinha (reborn)
Abrupto
Afrodite
Avatares Desejo
Bosque da Robina
Caderno da Corda
Cinco Dias
Canto do Melro
E-konoklasta
Estado Civil
Finúrias e Teixirinha
Geração Rasca
Hammer
História d'uma vida
Hoje há conquilhas
Introvertido
Just Music and Words
Lembranças
Macroscopio
Mafia da Cova
Malhas
O Jumento
Observador
Ondas
Outsider
Peciscas
A Quinta
Rui Tavares
Prof.Teresa
Violino Meu



« As Tribos Perdidas»

Barnabé
Enigmódromo
Estaleiro
Farol das Artes
Hepatite C
Lisboa em Fotos
Mal o Menos
Psicólogo Neurótico
Teacher
Titas
Tugir
O Velho de Alfama


« Rede Boa »

Google
Dwelling
Instituto Camões
José Luís Peixoto
MuseusPT
Arqueologia
Sanzalangola


« Ecos anteriores »


Fevereiro 2004Março 2004Abril 2004Maio 2004Junho 2004Julho 2004Agosto 2004Setembro 2004Outubro 2004Novembro 2004Dezembro 2004Janeiro 2005Fevereiro 2005Março 2005Abril 2005Maio 2005Junho 2005Julho 2005Agosto 2005Setembro 2005Outubro 2005Novembro 2005Dezembro 2005Janeiro 2006Fevereiro 2006Março 2006Abril 2006Maio 2006Junho 2006Julho 2006Agosto 2006Setembro 2006Outubro 2006Novembro 2006Dezembro 2006Janeiro 2007Fevereiro 2007Março 2007Abril 2007Maio 2007Junho 2007Julho 2007Setembro 2007Outubro 2007Novembro 2007Dezembro 2007Janeiro 2008Fevereiro 2008Março 2008Abril 2008Maio 2008Junho 2008Agosto 2008Setembro 2008Outubro 2008Novembro 2008Dezembro 2008Janeiro 2009Março 2009Maio 2009Julho 2009Agosto 2009Setembro 2009Outubro 2009Dezembro 2009Março 2010Junho 2011Junho 2012





« Correio »

o.grande.chefe@gmail.com
« Reservas »

This page is powered by Blogger. Isn't yours?
Add to Technorati Favorites