<$BlogRSDUrl$> /* ----------------------------------------------- Template Design Nome: Grande Chefe Designer: Guilherme ----------------------------------------------- */ Lembranças dos Guerreiros bgcolor="#FEEDDF">

2005/01/30

Ele há domingos assim 



Lembranças, memórias imagens de outros dias, outras noites, outros lugares, outras emoções guardadas no mais intimo de nós.
Viagens à velocidade do pensamento, deixam-me assim...
Atrás do volante, the river, a voz do boss, enchem o carro para além do fumo. As águas, o brilho da lua, ao fundo o mar aguarda o doce Tejo, não existe papel, nem gravador, nem portátil apenas a imaginação que escreve e apaga as frases, as histórias o pensamento. Ao lado o olhar pára sobre o enevoado carro onde dois vultos se movimentam, lá em cima na ponte o vai vem de quem só pretende alcançar a outra margem, a luz de um rebocador leva-me quase chego ao bugio!
O que perdi...
Há 15 anos era assim, hoje sei o mesmo rio, sei o boss, sei a ponte, tudo seria fácil de recriar, menos o encantamento daquele momento, aquele sabor do estar só, aqueles sabor tantas vezes repetido.
Nostálgico? Acho que sim!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/27

10 anos é... pouco tempo 



O que era até há pouco coisa de ficção, torna-se realmente ameaçador. Não é o astrólogo Ahdvinha, nem a mãe de santo Crevina Estrela, mas cientistas que há muito nos previnem, agora peremptoriamente afirmam, temos 10 anos, para tomar medidas ou ficamos sem soluções.
“Meeting the Climate Challenge”, ou traduzindo "Enfrentar o desafio do clima" é o relatório elaborado por peritos norte-americanos, britânicos e australianos onde, assustadoramente, apontam o atingir do ponto do não-retorno da mudança climática para não mais do que uma década.
Este alvo é baseado no aquecimento do planeta desde 1750 até agora de 0.8 graus Celsius faltando 1.2 graus para não termos o que deixar aos nossos filhos.
Para quem quiser ler o relatório completo, em inglês, aqui fica o link.
Perante este cenário, urge questionar os nossos políticos, o que vai Portugal fazer?
Vamos dar a mesma imagem de empenhamento na solução dos problemas mundiais, como pretendemos com o Iraque, ou vamos continuar na nossa instalada mesquinhez do diz que disse do fez que não fez, do que faria se ... ?
Aqui estão as 10 recomendações da International Climate Change Taskforce:

1. A long-term objective be established to prevent global average temperature from rising more than 2°C (3.6°F) above the pre-industrial level, to limit the extent and magnitude of climate-change impacts.
2. A global framework be adopted that builds on the UNFCCC and the Kyoto Protocol, and enables all countries to be part of concerted action on climate change at the global level in the post-2012 period, on the basis of equity and common but differentiated responsibilities.
3. G8 governments establish national renewable portfolio standards to generate at least 25% of electricity from renewable energy sources by 2025, with higher targets needed for some G8 governments.
4. G8 governments increase their spending on research, development, and demonstration of advanced technologies for energy-efficient and low- and zero-carbon energy supply by two-fold or more by 2010, at the same time as adopting near-term strategies for the large-scale deployment of existing low- and no-carbon technologies.
5. The G8 and other major economies, including from the developing world, form a G8+ Climate Group, to pursue technology agreements and related initiatives that will lead to large emissions reductions.
6. The G8+ Climate Group agree to shift their agricultural subsidies from food crops to biofuels, especially those derived from cellulosic materials, while implementing appropriate safeguards to ensure sustainable farming methods are encouraged, culturally and ecologically sensitive land preserved, and biodiversity protected.
7. All developed countries introduce national mandatory cap-and-trade systems for carbon emissions, and construct them to allow for their future integration into a single global market.
8. Governments remove barriers to and increase investment in renewable energy and energy efficient technologies and practices through such measures as the phase-out of fossil fuel subsidies and requiring Export Credit Agencies and Multilateral Development Banks to adopt minimum efficiency or carbon intensity standards for projects they support.
9. Developed countries honour existing commitments to provide greater financial and technical assistance to help vulnerable countries adapt to climate change, including the commitments made at the seventh conference of the parties to the UNFCCC in 2001, and pursue the establishment of an international compensation fund to support disaster mitigation and preparedness.
10. Governments committed to action on climate change raise public awareness of the problem and build public support for climate policies by pledging to provide substantial long-term investment in effective climate communication activities.

Não precisamos procurar em Saturno ou nas estrelas a solução está aqui na Terra. Nós!

Thundavala-Lubango-Angola



| |  (0) das outras tribos

2005/01/26

Campanhas... 






Parece que para primeiro temos de escolher entre a verdade e um novo rumo.


| |  (0) das outras tribos

2005/01/21

Shake... 



Estagiando para as festas que se aproximam...
É só clicar na imagem, divirtam-se e bom fim-de-semana!



| |  (0) das outras tribos



Ontem depois de um dia daqueles..., resolvi desanuviar com uma ida à BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, um local de lembranças, projectos e sonhos muitos sonhos, principalmente neste infindável mês de Janeiro.
Quem nunca deixa de me surpreender nestas coisas, são os nossos “hermanos” espanhóis pela organização e capacidade de promoção das suas várias províncias, pena é, que em tantos anos, pouco ou nada de bom tivéssemos retirado dessa vizinhança. A prova está no espaço da responsabilidade da Direcção Geral de Turismo Português, paupérrima, (o não aproveitamento das boas condições, quantidade de espaço e localização, valem-lhe a medalha de pior stand da BTL) para além de 3 acessos ao portal http://www.visitportugal.com/ podemos encontrar 1 livrinho sobre como prevenir a doença do legionário, extremamente interessante, 1 manual de regras para a sã convivência no campismo, interessantérrimo e finalmente um roteiro do turismo rural em Portugal, para ser consultado, se quiser trazer tem de pagar, extraordinário, (para lá de ordinário). Nem um mapazinho de Portugal. Fiquei muito feliz, por saber como os meus impostos estão a ser empregues...
Cada vez mais feliz por ser português, já de regresso a casa, em plena Av. 24 de Julho, em frente a um aglomerado de carrocéis, num pretenso espaço de diversão cosmopolita, nem a feira da aldeia mais recôndita, mas isso são outros filmes, pumba meti a roda num buraco, por sorte só devo ter desalinhado a direcção.
Contentíssimo da vida, “humpf”, uns metros à frente, sou surpreendido por um estacionamento em plena faixa de rodagem, junto a um sinal luminoso, frente a alguns bares, para quem não conhece esta deve ser das avenidas com maior trânsito nocturno da cidade, conhecida pela alta sinistralidade. De salientar que um pouco a diante havia vários lugares em estacionamento de espinha, mas como o pessoal sai bêbado podia não encontrar o transporte...
Chegado a Alcântara, o trim trim da campainha dos comboios. 10 minutos de seca, a ver passar um comboio de mercadorias, isto numa zona turística por excelência, problema que faz parte das promessas de todas as campanhas políticas de Lisboa.
Eu só queria chegar a casa, deitar-me na minha caminha e sonhar que vivia em Espanha.


| |  (0) das outras tribos

2005/01/19

Aniversário 



Sei que estou vivo e cresço sobre a terra.
não porque tenha mais poder,
nem mais saber, nem mais haver.
Como lábio que suplica outro lábio,
como pequena e branca chama
de silencio,
como sopro obscuro do primeiro crepúsculo,
sei que estou vivo,
vivo sobre o teu peito,
sobre os teus flancos,
e cresço para ti.

Eugénio Andrade

Os poetas são eternos não se lhe conhece idade...
José Fontinhas deu corpo e alma ao poeta e este faz hoje 82 anos.


| |  (0) das outras tribos

2005/01/18

Aiuê mamã!! 





Vai chutar, chutou é Goooooooooollllloooooooooooooo!
Esta é a imagem dos meninos da minha terra, uma alegria transbordante acima de toda a adversidade.
Há 4 anos em Roma um italiano perguntou-me, então e jogadores "di calcio" em Portugal que deva saber o nome, além dos famosos portugueses a minha resposta foi:
Ricordisi di questo nome, PEDRO MANTORRAS. (Italianito de trazer por casa) :)) Não sei se ele conheceria o Trapalhoni...
Vieram as lesões, temi o pior, mas cada vez que o via ser entrevistado, voltava a acreditar. Eram os olhos inocentes de quem muito passou para pisar um relvado na Europa e um sonho não se rouba assim!
Que os deuses protejam este jovem guerreiro.
A tribo está contigo Pedro.
Capianga neles miúdo!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/17

Hoje no regresso ... 



quando passeio á noite pela cidade recolhida em íntimo silencio,
olho admirado as ruas e as árvores
e interrogo enigmático sobre os olhos cerrados dos homens citadinos
o serem eles o sentido disto tudo.
E penso nas formosas flores públicas plantadas para todos,
penso na janela clara aberta sobre o mar,
nas avenidas livres fechando junto ao céu....
então maciamente vou,
espantado de estar na vida a ser um homem
e a cumprir o tempo de ser grande,
descerrar as pálpebras descidas dos humanos irmãos emparedadas
e mostrar-lhes porque existem avenidas,
de onde vêm as casas e as fábricas
e porquê quando rente à madrugada
um pássaro cantando entre o cimento e as flores
na tenra primavera da cidade
pode encher de frescura e de sentido e vida.

Eduardo Valente da Fonseca

Uma boa semana, t' espera... Espero!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/13

Lá no fundo... 



prince.
You are the little prince.

Saint Exupery's 'The Little Prince' Quiz.
trazido à tribo pela
Muska


| |  (0) das outras tribos




Não é só paisagem, não é só praia, não é só zona de reciclagem, não é só local de férias de "ministgro", é também berço de poesia:

Quando o luar caiu e
tingiu de escuro os verdes da ilha
cheguei, mas tu já não eras.

Cheguei quando as sombras revelavam
os murmúrios do teu corpo
e não eras.
Cheguei para despojar de limites o teu nome.
Não eras.

As nuvens estão densas de ti
sustentam a tua ausência
recusam o ocaso do teu corpo
mas não és.

Conceição Lima (nascida em Santana - São Tomé e Princípe)

A tribo em solidariedade com o turista acidental, Morgais Sargmento, dá aqui mais um "sentido" à "incómoda" visita.


| |  (0) das outras tribos



Ainda deitado procurando no mais recôndito canto aquela força sobre humana capaz de fazer levantar a cabeça da almofada. Olho para o chão onde os gémeos Goofy de olhar terno e compreensivo aguardam.
- Quando for grande vou ter pantufas de homem.
Será que os Gooffys pensam o mesmo?!...


| |  (0) das outras tribos

2005/01/11

O sol já se foi... 



A penumbra traz... à memória...

Louvado seja o Génio da Noite

Entrando azul no tardo entardecer.
Vaga e intérmina uma folha cai;
Subtil suspira um deus nesse descer.

De uma névoa lilás a lua sai
E quebra-se no mar sem se mover.
Sons e cores, vibrações, tudo se esvai
Num lânguido desejo de morrer.
Castidade da noite absoluta,
Num galho imaterial um silfo escuta
O segredo das flores que estão sonhando.
Êxtase. A eternidade passa perto.
Gotejam astros. O mundo está deserto.
Só eu existo, fantástica....esperando....

Natália Correia


| |  (0) das outras tribos



- O benfica vai contratar 2 avançados novos!
- Com o Trapatoni? Isso é o mesmo que encher o frigorifico de carne a um vegetariano!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/10

Também ontem... 



Na TV passou, "Estado de Sítio", (The Siege) já tinha vivido, ontem vi. Não sei se foi fruto da tarde relaxante, mas estive com muito mais atenção aos pormenores e não me deixei viajar na história.
Feito 3 anos antes do 11, o filme trata de uma série de atentados em Nova Iorque, os intervenientes, 5 células árabes, a CIA, o Iraque, o FBI, o conselheiro militar do presidente, os campos de concentração para árabes ou elementos passíveis de a eles estarem ligados, presos sem direito a julgamento ... os alvos, meios de transporte e edifícios coincidências, previsões... A diferença está no final feliz...
Hollywood tem destas coisas...


| |  (0) das outras tribos




Bienvenidos


| |  (0) das outras tribos



O jantar de 6ª: 5 estrelas, ou melhor 4 porque uma baldou-se à última da hora.
O aniversário do Gui II: Arrancou-me do descanso desejado, mas valeu pelo sorriso...
O Sporting-Benfica: Se ao assistir ao Quebra Nozes os bailarinos tivessem passado o tempo a tentarem executar um simples plié, o que teria feito?
A Política ... Estou proibido pelo médico!
O descanso: Retemperador o passeio à beira mar, apesar dos jipes e das moto 4 que teimam em pavonear-se pelas dunas, isto sobre a ameaça de várias tabuletas anunciando coimas aos prevaricadores. Pena que não haja “coimantes”.

Foto de: Carlos Freitas

Boa semana!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/07

A navegar... 



Conselhos, é habitual dizer-se, se fossem valiosos ninguém os dava, mas como não comungo desta ideia e como sou um mãos largas, não me coibo de os oferecer. Para estes 2 dias, fica o alerta da Panda sobre Downloader.GK, é uma invençãozinha de uma(s) mentes brilhante(s) que tem como alvo utilizadores incautos, que instalam tudo o que lhes é pedido ao chegarem às páginas por onde navegam. Este é um daqueles programinhas, chamados de Trojans, usados normalmente por criminosos para roubarem dados confidenciais, tipo chaves de acesso bancário e coisas parecidas. Portanto, cuidadinho aí!
Aproveitando o bom tempo, e porque destas máquinas estou cansado, vou aproveitar para apanhar ar puro... Por isso deixo só este aviso à navegação aos resistentes, aos outros que como eu tentam começar o ano “mais saudável” protector solar ou um bom agasalho, conforme a zona do planeta e ... divirtam-se!....


| |  (0) das outras tribos




Amor da minha vida magoaste-me
Partiste o meu coração deixaste-me
Amor não consegues ver
Tens de voltar depressa
Não te chegaste a aperceber
O quanto significas para mim

Amor da minha vida não me deixes
Ficaste com o meu amor
Amor da minha vida não vês
Tens de voltar
Não o tires de mim
Será que não te apercebes
O quanto significas para mim

Vais-te aperceber
Quando tudo isto passar
E a normalidade voltar
Quando envelhecer
Ao teu lado a lembrar
Que ainda te amo ainda te amo

Volta depressa
Traz-mo outra vez
Ainda não te apercebeste
Do quanto significas para mim
Amor da minha vida

Tradução, muito livre, de "Love of my life" dos Queen, sons que me acordaram, o ar encheu-se de aromas ... de fim-de-semana!
Se notarem uma demora um pouquinho maior na abertura da página, ao som se deve, eu prometo que não repito, mas hoje não resisti.


| |  (0) das outras tribos

2005/01/06

日本語 




Fiquei...
日本語 = Welcome, i hope


| |  (0) das outras tribos



Quem me dera poder dar este presente ao mundo

Imagine there's no Heaven
It's easy if you try
No Hell below us
Above us, only sky
Imagine all the people
Living for today, ah

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion, too
Imagine all the people
Living life in peace

Podem dizer que sou um sonhador, mas que gostava, gostava!
Bom Dia de Reis!

Não é ilusão se vos parece estar a ouvir a voz de Lennon, o Grande Chefe, hoje, resolveu oferecer um somzinho aos amigos, uma vez sem exemplo!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/05

Ora... 



Como peças de um puzzle atirados entre terras e continentes desconhecidos. Caos entre caixotes feitos de restos de mobílias, trouxas de roupa, malas de viagem, bocados de gente na busca do mapa de vida desfeito. Olhares perdidos, ombros derrubados, lágrimas, vazio... (foi há 30 anos...)
As emoções sentidas renascem a cada imagem, no Sudão, no Iraque, em todos os países atingidos pela devastação do maremoto...
Este ano começa com mais uma dura prova...
Maomé, Buda, Jesus, Nhandeara, Amun, Antares, Tien-Hou, ... nos dêem forças!


| |  (0) das outras tribos

2005/01/04

SOS 



A equipa da AMI, constituída por oito elementos (três médicos, dois enfermeiros e três logísticos), já está a trabalhar em Beruwala, Sul do Sri Lanka, seis elementos da AMI estão a prestar apoio a campos de deslocados num raio de 30Km de Beruwala, nomeadamente em Sathgama. A equipa dispõe de dois jipes próprios para as deslocações.

Depois de um processo moroso, cerca de 12 horas, as dez toneladas de ajuda humanitária que a AMI enviou no passado dia 30 foram desalfandegadas, possibilitando assim à equipa a distribuição aos deslocados.

Dois elementos da equipa da Assistência Médica Internacional estão agora em Colombo para comprar material complementar necessário.

Paralelamente à missão médico-sanitária, estão-se a estabelecer contactos com a missão católica onde a AMI está situada para preparar projectos de reabilitação de estruturas médicas e sociais.

Para o arranque da missão os gastos rondam os 200.000 Euros. A AMI necessita agora de fundos para manter a missão por seis meses e desenvolver os projectos de reabilitação de estruturas de saúde e sociais.

A AMI agradece desde já a generosidade da população portuguesa que tem sido extraordinária. Às 9h de hoje o saldo das contas de emergência da AMI totalizava 478.000 Euros.

Podem ajudar através de:
CONTA DE EMERGÊNCIA AMI
CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS - MISSÃO ÁSIA
NIB: 003500010003000383062

MULTIBANCO
Pagamento de Serviços
Entidade 20909
Referência 909 909 909.
Digitar o valor com que se quer contribuir.

Os donativos são totalmente dedutíveis nos impostos, majorados em 40%, ao abrigo da Lei do Mecenato.
O recibo será enviado pela AMI contra entrega de cópia do talão comprovativo de depósito.


| |  (0) das outras tribos




Foto de: Luís Pontes

Eu, Rosie, eu se falasse, eu dir-te-ia
Que partout, everywhere, em toda a parte,
A vida égale, idêntica, the same,
É sempre um esforço inútil,
Um voo cego a nada.
Mas dancemos, dancemos
já que temos
A valsa começada
E o Nada
Deve acabar-se também,
Como todas as coisas.
Tu pensas
Nas vantagens imensas
De um par
Que paga sem falar;
Eu, nauseado e grogue,
Eu penso, vê lá bem,
Em Arles e na orelha de Van Gogh...
E assim entre o que penso e o que tu sentes
A ponte que nos une - é estar ausentes.

Reinaldo Ferreira


| |  (0) das outras tribos

2005/01/03

De mansinho...  



Tocavam as 12 badaladas observando os rostos em volta adivinhei estes pensamentos...
Este ano é que vai ser, vou passar mais tempo com a família!
Se tudo correr bem aquela máquina vai ser minha... (vizinho da frente)
Ai aquela mulher do X ainda ... (censurado)
Gostava que este ano não houvesse guerras. (comum)
Que me saia o totoloto ou o euromilhões! (muito comum)
É desta que ela vai namorar comigo?! (pois é o problema é o acne)
Um ano sem fome nem doenças onde todas as criancinhas e velhinhos sejam felizes!! (digno da miss universo)
Vou ser secretário de estado. (pois, quem sabe, para quem já viu um burro a falar)
Vou ser 1º ministro. (adivinhem de que cabeça estava a sair, uma pista passava a imagem dele na TV)
Só quero ver sorrisos por onde passar!... (trauma de batatoon)
Um aumento já não era mau... (coisa de funcionário público, só pode)
A continuar assim ainda me caso!?? (coitado, mas pelo olhar dela é mais que certo)
Um empregozinho dava-me tanto jeito... (infelizmente comum)
Ai quem me dera na praia... (eu à beira da fogueira)
Não devia ter bebido tanto, nem consigo contar as passas... (típico)
Sou retirado deste meu estudo por um abraço, saúde amigo, um Bom Ano...
365 dias de felicidade foi o pedido que os guerreiros fizeram ao feiticeiro da tribo para serem distribuídos por todos os que por aqui passam...
Portanto façam-nos o favor de ser felizes!...



| |  (0) das outras tribos




« As Tribos »

A Inzibidinha (reborn)
Abrupto
Afrodite
Avatares Desejo
Bosque da Robina
Caderno da Corda
Cinco Dias
Canto do Melro
E-konoklasta
Estado Civil
Finúrias e Teixirinha
Geração Rasca
Hammer
História d'uma vida
Hoje há conquilhas
Introvertido
Just Music and Words
Lembranças
Macroscopio
Mafia da Cova
Malhas
O Jumento
Observador
Ondas
Outsider
Peciscas
A Quinta
Rui Tavares
Prof.Teresa
Violino Meu



« As Tribos Perdidas»

Barnabé
Enigmódromo
Estaleiro
Farol das Artes
Hepatite C
Lisboa em Fotos
Mal o Menos
Psicólogo Neurótico
Teacher
Titas
Tugir
O Velho de Alfama


« Rede Boa »

Google
Dwelling
Instituto Camões
José Luís Peixoto
MuseusPT
Arqueologia
Sanzalangola


« Ecos anteriores »


Fevereiro 2004Março 2004Abril 2004Maio 2004Junho 2004Julho 2004Agosto 2004Setembro 2004Outubro 2004Novembro 2004Dezembro 2004Janeiro 2005Fevereiro 2005Março 2005Abril 2005Maio 2005Junho 2005Julho 2005Agosto 2005Setembro 2005Outubro 2005Novembro 2005Dezembro 2005Janeiro 2006Fevereiro 2006Março 2006Abril 2006Maio 2006Junho 2006Julho 2006Agosto 2006Setembro 2006Outubro 2006Novembro 2006Dezembro 2006Janeiro 2007Fevereiro 2007Março 2007Abril 2007Maio 2007Junho 2007Julho 2007Setembro 2007Outubro 2007Novembro 2007Dezembro 2007Janeiro 2008Fevereiro 2008Março 2008Abril 2008Maio 2008Junho 2008Agosto 2008Setembro 2008Outubro 2008Novembro 2008Dezembro 2008Janeiro 2009Março 2009Maio 2009Julho 2009Agosto 2009Setembro 2009Outubro 2009Dezembro 2009Março 2010Junho 2011Junho 2012





« Correio »

o.grande.chefe@gmail.com
« Reservas »

This page is powered by Blogger. Isn't yours?
Add to Technorati Favorites